Skip Navigation.

Em busca de informações contra o terrorismo internacional

Sequestro e homicídio doloso de Daniel Pearl - Karachi, Paquistão - 23 de janeiro de 2002


Em 23 de janeiro de 2002, Daniel Pearl foi sequestrado em Karachi, Paquistão. Pearl era repórter do Wall Street Journal e estava trabalhando numa reportagem sobre Richard Reid, conhecido como o homem do sapato-bomba, que tinha tentado detonar uma bomba em um voo transatlântico no mês anterior.

Em 21 de fevereiro de 2002, um vídeo que circulou na Internet exibia o homicídio doloso de Daniel Pearl. Seus restos mortais foram localizados em maio e devolvidos aos Estados Unidos.

Um mês depois, Ahmed Omar Saeed Sheikh e três outros suspeitos foram acusados de homicídio doloso por seu papel no sequestro e morte de Pearl. Em 15 de julho de 2002, eles foram condenados no Paquistão, sendo que Sheikh recebeu a pena de morte.

O programa Recompensas para a Justiça oferece recompensa de até US$ 5 milhões em troca de informações que levem à justiça os responsáveis por este ataque.