Skip Navigation.

Em busca de informações contra o terrorismo internacional

Atentados a bomba contra embaixadas dos EUA - Quênia e Tanzânia - 7 de agosto de 1998


Em 7 de agosto de 1998, membros da Al-Qaeda atacaram com bombas as embaixadas de Nairóbi, Quênia, e Dar-es-Salaam, Tanzânia. Os dois ataques ocorreram numa questão de minutos um do outro, o primeiro em Dar-es-Salaam, causando 11 mortes e ferindo 85 pessoas. O ataque em Nairóbi matou 213 indivíduos, entre os quais 12 norte-americanos, ferindo aproximadamente 4.000, inclusive a embaixadora Patricia Bushnell. As explosões causaram danos graves aos edifícios de ambas as embaixadas e destruíram escritórios e lojas nas proximidades.

Em 18 de outubro de 2001, quatro agentes da Al-Qaeda foram condenados por sua participação no planejamento e execução dos ataques de 1998 às embaixadas. Wadih El-Hage, Khalfan Khamis Mohamed, Mohamed Rashed Daoud Al-Owhali, e Mohamed Sadeek Odeh foram condenados à prisão perpétua sem liberdade condicional em primeira instância, em Manhattan.

O programa Recompensas para a Justiça oferece recompensa de até US$ 5 milhões em troca de informações que levem à justiça os responsáveis por estes ataques.